Jogo do bicho ou deu no poste?

Jogo do bicho ou deu no poste?

Quando o assunto é ganhar uma aposta todos se animam, pois é um dinheiro extra, muito esperado e que causa uma sensação de vitória nas pessoas que apostam e quem não gosta desta sensação, não é mesmo?

 

Quem nunca acordou sonhando que ganhou aquela aposta do jogo do bicho de ontem? O hábito de fazer aquela fezinha traz para os jogadores do jogo do bicho o contato direto com a sorte. O pensamento constante de um apostador do jogo do bicho é: que bicho vai dar hoje? Cada jogador tem a sua estratégia para buscar inspirações, arriscar palpites para ganhar no jogo do bicho.

 

Muitas pessoas já ouviram falar neste jogo tão famoso que é o “jogo do bicho” e também conhecido como “deu no poste”. Por isso, muitas pessoas sentem aquela curiosidade de saber como funciona o jogo do bicho e sua tabela no intuito de participar dessa jogatina.

 

Entretanto, vale ressaltar que é necessário saber pelo menos um pouco de matemática e entender o que são dezenas. Vale também entender como surgiu esse jogo e como ele é considerado hoje em dia uma contravenção proibida por lei.

 

 

A História do Jogo do Bicho ou Deu no Poste

 

Na cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, 3 de julho de 1892. Neste domingo do inverno carioca foram inaugurados vários divertimentos no Jardim zoológico de propriedade do Sr. João Baptista de Vianna Drummond, o Barão de Drummond.

 

O parque estava localizado no bairro de Vila Isabel, próximo às montanhas do Engenho Novo. Em função da ocasião especial, as companhias de bondes destinaram vagões especiais para transportar as autoridades até o local das festividades.

 

Ao passar pelos portões de entrada do zoológico, o visitante recebia um ticket. Neste bilhete estava impressa a figura representando um animal. Colocada a cerca de 3 metros de altura em um poste próximo a entrada do Jardim, havia uma caixa de madeira. Dentro dela estava escondida a gravura de um animal, escolhida entre uma lista de 25 animais, incluindo o avestruz, a vaca, a borboleta, entre outros.

 

Neste domingo, às 5 da tarde, a caixa foi aberta pela primeira vez e todos puderam descobrir a identidade dos ganhadores do prêmio de vinte vezes o valor pago pelo ingresso. Sendo aberta a caixa, o avestruz pôde fazer a felicidade de 23 sortudos visitantes, se fazia então o inicio do tão tradicional Jogo do Bicho.

 

Alguns dias depois de sua criação, a novidade passou a ser tratada como escândalo e o jogo do bicho foi posto na ilegalidade em abril de 1895. Proibido por lei continuou existindo como loteria ilegal. Por esta época os animais já haviam “pulado” os muros do zoológico do Barão e construído uma vida profissional nas ruas da cidade.

 

Logo incorporado ao mercado de loterias existentes, o jogo do bicho passou a ser intensamente explorado por book-makers, nos armazéns de secos e molhados, nos quiosques, nos mais diversos estabelecimentos comerciais e pelos vendedores ambulantes.

 

Legitimado imediatamente pelos apostadores e em função do Estado não conseguir definir claramente qual seria o status do jogo do bicho e daqueles que o exploravam e vendia, esta loteria acabou cumprindo uma trajetória que a acabou colocando no espaço da fronteira entre o legal e o ilegal, a ordem e a desordem.

 

No momento inicial do jogo do bicho no Jardim zoológico e o processo de expansão de um mercado voltado para as diversões vivido pela cidade no período entre a última década do século XIX e a primeira do século XX.

 

Entre avanços e recuos, uma política pouco coerente foi criada pelas autoridades municipais no sentido de se decidir sobre quais divertimentos seriam permitidos no Rio de Janeiro. Preocupados com a ordem pública, mas em modernizar e civilizar a capital, muitas vezes o Poder Público Municipal se viu embaraçado para definir o que seria “bom” ou “ruim” para a cidade e sua população. (Fonte Tese FSM – RJ 2005).

 

 

 

O Comércio e o Acaso no Jogo do Bicho

 

A questão principal gira em torno da consolidação do jogo do bicho como uma loteria importante, no âmbito deste mercado de lazer. Para isso, reflito sobre os “jornais de bicho” e entre tantas outras formas de comercio que começaram a circular pelas primeiras décadas do século XX, trazendo palpites, interpretações de sonhos e tabelas estatísticas referentes ao jogo do bicho.

 

E, assim iniciou-se a história do Jogo do Bicho, chamado também de Deu no Poste, trajetória do jogo de azar que até nos dias de hoje perdura e vem ganhando admiradores e apostadores num misto de diversão e vício.

 

Fato esse que os políticos alegaram na ocasião de que esse vício faria mal a sociedade, e, portanto e também por motivos políticos até hoje se concretiza essa proibição. Lembrando, que a sociedade tem conhecimento que o jogo é de fato presente e em crescimento inclusive permeando pelas mídias virtuais também.

jogodobichobrasil.com

Esclarecemos que este site não tem vínculo com o serviço ou pessoas que operem o denominado "telebicho", assim como também com quem quer que opere o denominado "Jogo do Bicho" e que os resultados e estatísticas são formados a partir de informações coletadas nos órgãos de imprensa escrita e falada.
Também esclarecemos que não realizamos nem aceitamos quaisquer apostas.